PJ detém suspeito de morte em guerra de gangues junto a discoteca

Polícia Judiciária (PJ)

A Polícia Judiciária (PJ) deteve na passada semana, um homem suspeito de ter assassinado um jovem, de um grupo rival, na madrugada da última véspera de natal, em Lisboa, junto à discoteca Barro Latino, na zona de Santos, apurou a CNN Portugal.

O crime, recorde-se, foi cometido com golpes de faca na sequência de um conflito entre gangues rivais: o homicida, da Zona de Algés, Oeiras, e a vítima mortal de Chelas, em Lisboa. Foi feita ainda uma segunda detenção, pelo crime de ofensas à integridade física, de outro jovem que agrediu a vítima antes do homicídio.

Trata-se de mais um caso de criminalidade grupal, e juvenil, por rivalidades de gangues na grande Lisboa – fenómeno que está em crescimento e a que faz referência o Relatório Anual de Segurança Interna que foi tornado público esta quarta-feira.