Oeiras apoia projeto para desenvolvimento do conhecimento sobre o meio marinho

Porto de Oeiras

A Câmara Municipal de Oeiras (CMO), através da Oeiras Viva, colaborou com o ‘ISQ – Instituto de Soldadura e Qualidade’, um dos parceiros do consórcio do ASTRIIS, que reúne várias empresas e entidades, colocou na Marina de Oeiras, uma chapa de aço para teste de monitorização remota através do envio de medições de espessura desta mesma chapa, em ambiente marinho.

Este sistema de monotorização remota é apenas um dos objetivos do programa ASTRIIS – Atlantic Sustainability Through Remote and In-situ Integrated Solutions, que privilegia o desenvolvimento de serviços de informação para apoio à sustentabilidade da economia azul.

Este é um projeto português que pretende dinamizar também conhecimento técnico e científico para a conceção e implementação de produtos e serviços de informação integrados, bem como a sua aplicação e exploração em setores da economia do mar com elevado potencial de desenvolvimento e de criação de valor.

O ASTRIIS pretende minimizar a atual dispersão de informação sobre o oceano para apoio, por exemplo, à aquacultura, às plataformas offshore para aproveitamento de energias renováveis, às ações de busca e salvamento no oceano e à identificação de blooms de algas tóxicas ou de derrames de hidrocarbonetos ou plásticos no oceano.